top of page

Energia desviada em Jales em 2023 é suficiente para abastecer a cidade de Vitória Brasil por 12 dias

Além de crime, ligações clandestinas podem ocasionar acidentes, incêndios, sobrecarga e interrupção do fornecimento de energia


No período de janeiro a dezembro de 2023, a Neoenergia Elektro realizou 434 inspeções e identificou 117 irregularidades no município Jales. Os bairros com maior número de fraudes identificadas foram: Centro, Jardim São Jorge e Jardim Maria Paula. A distribuidora recuperou 102 mil kWh, volume suficiente para abastecer 1.000 residências por um mês ou o município de Vitória Brasil por 12 dias.


Para se chegar a essa marca, foram realizadas mais de 434 mil atuações de prevenção e combate aos desvios de energia e a substituição de 1.164 medidores.

 


Esses resultados foram alcançados, principalmente, pelo uso de tecnologias de campo, como a instalação de sensores na rede, a manutenção da tele medição nos maiores consumidores e pelo uso de inteligência interna para cruzamento de dados. Além disso, a população também vem se conscientizando quanto aos riscos do furto de energia e quanto aos prejuízos que essa prática causa.

 

Ao longo de 2024, a empresa intensificará as ações de campo com o foco no combate ao furto de energia.

 

SEGURANÇA - A utilização de gambiarras para garantir o fornecimento de energia elétrica é contra a lei e extremamente perigoso. Esses tipos de intervenções na rede de distribuição, sem os devidos cuidados com o uso dos equipamentos de segurança, sem atender as normas do setor elétrico e sem a utilização de profissionais capacitados, podem ocasionar acidentes e incêndios, além de sobrecarga e de interrupção do abastecimento.

 

DENÚNCIA - Os desvios de energia prejudicam todos os clientes, já que promovem modificações inapropriadas na rede, trazendo riscos à vida, e parte do valor da energia furtada acaba sendo pago entre todos os consumidores. Por isso, a Neoenergia Elektro reforça a importância de denunciar fraudes. As denúncias são feitas, de forma anônima, na central de atendimento, pelo 0800 701 01 02.

Comentarios


bottom of page