Mortes em acidentes de trânsito têm queda de 13% em novembro


O número de mortes por acidentes de trânsito teve redução de 13% no Estado de São Paulo no mês de novembro deste ano (429 óbitos) em comparação com o mesmo período do ano passado (493). Os dados são do INFOSIGA-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito), divulgados nesta segunda-feira (19).

Os resultados indicam ainda queda de 20,7% no número de acidentes com vítimas, o equivalente a 45.896 acidentes a menos (176.177 contra 222.073 acidentes), no período de janeiro a novembro de 2016 comparado aos mesmos 11 meses de 2015.

Acidente com viatura dos bombeiros de Araçatuba em outubro

De acordo com outros indicadores do INFOSIGA-SP computados nos 645 municípos do Estado, houve redução de 9,3% na taxa de mortes na comparação de outubro de 2016 (473) com novembro de 2016 (429) e de 6,4% no acumulado de 11 meses até novembro deste ano (5.215) se comparados ao mesmo período de 2015 (5.572), o que resulta em 357 vidas poupadas.

Os resultados reforçam a ação da campanha do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado de São Paulo cujo objetivo é reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020.

Um dos destaques da campanha é o trabalho realizado em 15 municípíos conveniados, nos quais foram investidos R$ 10,5 milhões de recursos do Detran-SP, aplicados em iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e educação para o trânsito.

Em cada município foram constituídos Comitês de Segurança no Trânsito, compostos por representantes dos órgãos e setores como a Polícia Militar e Civil, setores de Engenharia de Tráfego, Educação e Fiscalização no Trânsito, Unidades de Saúde/ Hospitais, Samus, Corpo de Bombeiros, Detrans, DER e concessionárias de rodovias. A finalidade dos comitês é realizar análises e levantamento de possíveis causas e soluções para a redução de acidentes e óbitos nos municípios.

Considerando apenas os municípios conveniados, houve redução de 13% no número de óbitos acumulados nos 11 meses deste ano (469) em comparação ao ano passado (539), com 70 vidas salvas. Foram considerados para efeito do convênio os municípios com números superiores a 15 óbitos por 100 mil habitantes e escolhidos por faixas populacionais de até 100 mil, até 200 mil, até 400 mil e acima de 400 mil habitantes.

Características do movmento O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é coordenado pela Secretaria de Governo e composto por mais nove secretarias estaduais: Casa Civil, Segurança Pública, Logística e Transportes, Saúde, Direitos da Pessoa com Deficiência, Educação, Transportes Metropolitanos, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Juntas, elas são responsáveis pela construção e desenvolvimento de políticas públicas para redução de vítimas de acidentes de trânsito.

Vencedor do Prêmio Parar, organizado pelo instituto do mesmo nome, o Movimento Paulista pela Segurança no Trânsito conta também com a participação da sociedade civil, parceria estratégica do Centro de Liderança Pública (CLP) e apoio de empresas privadas.