Polícia de Jales vai a Goiânia prender quadrilha interestadual de ladrões de carros


A Polícia Civil de Jales foi a Goiânia, capital do Estado de Goiás, para prender uma quadrilha que aplicava golpes em vendedores de veículos na região de Jales. Três pessoas, dois homens e uma mulher foram presas. O casal na capital de Goiás e o terceiro suspeito preso na rodoviária da cidade quando chegava de Ituiutaba-MG. A polícia identificou que o grupo aplicou golpes em Jales, Santa fé do Sul e Franca, mas há a suspeita de que eles tenham agido em Trindade-GO, Anápolis-GO e Goiânia-GO. Também está sendo investigada uma segunda vítima de Santa Fé do Sul que conseguiu evitar o golpe. Segundo o delegado operacional Sebastião Biazi, os furtos eram cometidos através de um golpe bem elaborado. O bando “garimpava” anúncios de veículos em sites especializados e, fingindo-se interessados, furtavam o veículo. Em Jales, o trio habilitou uma linha telefônica com DDD 17 para dar mais veracidade ao golpe quando entravam em contato com os vendedores. A Polícia suspeita que o modo de agir tenha sido o mesmo em outras cidades de São Paulo, Goiás e Minas Gerais.

Depois do primeiro contato com a vítima, quase sempre particular, o bando ía até o endereço do veículo e pedia para fazer um test-drive ou leva-lo até um mecânico de confiança. Porém, desaparecia com o bem. “O proprietário entregava o veículo com documento e tudo. Resultado: o veículo nunca mais retornava para as suas mãos”. Ainda de acordo com o delegado, a investigação durou mais de três meses e exigiu muito esforço das equipes de inteligência e operacional que tiveram que viajar mais de uma vez para Goiás. Foram presos E.R.G.S. 38 anos, e a mulher L.A.S. 35 anos, ambos de Goiânia, e F.D.L.S.51 anos, de Ituitaba-MG, Os dois homens estão presos em Santa Fé do Sul e a mulher em Nhandeara. Eles foram indiciados por furto qualificado mediante fraude, cuja pena pode chegar a oito anos de reclusão, e associação criminosa (formação de quadrilha) cuja pena é de três anos de reclusão.