Irmãos desaparecidos durante pescaria são encontrados mortos de mãos dadas em córrego


Os corpos de dois irmãos, de 46 e 51 anos, que estavam desaparecidos desde domingo (28), foram encontrados na noite desta segunda-feira (29) pelo Corpo de Bombeiros de Araçatuba (SP). A família disse à polícia que os irmãos saíram para pescar de barco no córrego Jacaré e não retornaram após a pescaria.

Devido à demora dos pescadores em voltar para a casa, os familiares decidiram chamar a policia na tarde de segunda-feira. O Corpo de Bombeiros também foi acionado e ao fazer buscas no córrego Jacaré, que fica dentro de uma propriedade rural e deságua no Rio Tietê, os corpos foram encontrados a cerca de cinco metros da margem do córrego, onde a profundidade média é de 1,70 metros.

FOTO: TV TEM

De acordo com os bombeiros, Sergio Hideki Zota, autônomo de 46 anos, e Paulo Massayuki Zota, inspetor de 51 anos, foram de carro até o córrego, pararam o veículo em uma estrada de terra e foram a pé até às margens do córrego.

Os bombeiros disseram que só conseguiram chegar até o local exato onde estavam os corpos porque encontraram o carro deles estacionado na estrada. O veículo estava com as chaves no contato.

A polícia disse que ainda não é possível saber a causa exata da morte dos pescadores, mas acredita que eles tenham entrado no rio caminhando e teriam se afogado ao cair dentro de um buraco, onde os corpos dos dois irmãos foram encontrados de mãos dadas. A polícia afirma que os irmãos não chegaram a usar barco durante a pescaria.