Todos os direitos reservados .Todo o conteúdo, incluindo texto,fotos e áudios,protegido pela Lei Federal 9.610 de 19 de fevereiro de 1998 e pela "Declaração de Hamburgo". Autorizada reprodução desde que citada a fonte.

Contato (17) 99628-5171

ou alexandreribeiro.carioca@gmail.com

“Tio do gol branco” abusava de meninas em Vitória Brasil

June 3, 2016

 

Mais um caso de pedofilia e abuso sexual foi registrado na região esta semana. Desta vez em Vitória Brasil. Um lavrador de 57 anos quase foi linchado pela população depois que algumas meninas denunciaram que ele tinha abusado sexualmente de algumas delas. Pelo menos dez vítimas com idade entre 6 e 11 anos foram identificadas.

O "Tio do Gol Branco", como era chamado pelas garotas, oferecia balas, doces e outras guloseimas para convencer as crianças a irem a um sitio onde ele trabalhava. Além disso, ele usava o argumento de levá-las pra brincar com a sua filha de 6 anos.Lá abusava das meninas, fazendo carícias nas suas partes íntimas.

Segundo o delegado Edson Sakashita, por ora não foi comprovada conjunção carnal, mas o caso ainda está em fase de investigação e outras informações podem surgir. Quando a menina se insurgia contra o abuso, ele parava, mas as ameaçava de morte. “Ele dizia que tinha uma espingarda e que iria matar a menina e toda a família dela. Mas as meninas não voltavam e ele aliciava outra”.

Os abusos aconteciam desde o ano passado, mas o caso foi descoberto na sexta-feira, 20 de maio, quando uma denúncia anônima foi feita à polícia. A prova cabal aconteceu na quarta-feira, dia 1º de junho. “Durante uma palestra realizada na escola de Vitoria Brasil, duas meninas contaram que tinham sido abusadas. A partir de então outras vítimas apareceram e chagamos ao número de dez, por enquanto”.

A história movimentou a pequena e pacata cidade. Algumas pessoas ameaçavam linchar o lavrador que teve que se resguardar em outra localidade.

Porém, na manhã de sexta-feira, 3, a Polícia Civil o prendeu em flagrante quando trazia a mulher para o trabalho, em Jales. “A equipe de investigação rastreou os possíveis locais onde ele estaria e o procurava desde a tarde de quinta-feira. Na sexta, tivemos êxito em prendê-lo e conduzi-lo para uma cadeia da região.”

O homem não teve a identidade revelada. Ele foi autuado por estupro de vulnerável, crime hediondo previsto no Artigo 217 do Código Penal Brasileiro, e está preso temporariamente por 30 dias, mas a expectativa é que sua prisão preventiva (até o julgamento) seja decretada.   

 

 

Please reload

Fundo Social realiza 3º Arrastão Solidário e arrecada alimentos para montagem de cestas

Telemarketing da Santa Casa de Jales solicita "13ª doação" a clientes fidelizados

Cantata de Natal em comemoração aos 60 anos de criação da Diocese de Jales

Hospital de Amor Jales promove a 1ª Corrida pela Vida, em apoio ao Novembro Azul

1/3
Please reload