top of page

Sobre os nomes dos vereadores que frequentam churrascarias rodízio com o dinheiro da população

Cobre do seu vereador que respeite o dinheiro público. Lembre a ele que a mesma viagem pode ser feita sem que almocem em restaurantes caros nem que saboreiem guloseimas, como sorvetes e café gourmet e água que custa R$ 43,00. A maioria dos cidadãos de Jales sequer pisou numa churrascaria rodízio antes. Não é justo que eles comam picanha, lombo, contra e queijos nobres com o suado dinheiro do nosso IPTU.

Uma das paradas frequentes é o Rodoposto Pau Seco, onde os nossos vereadores costumam saboerar caríssimos churrascos ródizio com o dinheiro do nosso IPTU

Vários leitores estão pedindo que publiquemos os nomes dos vereadores que costumam gastar o nosso dinheiro em churrascaria rodízio durante viagens oficiais pela Câmara Municipal de Jales. Não se contentam em comer um prato comercial, um mini-rodízio ou qualquer outro prato mais barato e desperdiçam o dinheiro dos nossos impostos em um churrasco rodízio, em café gourmet, sorvete kibon e água que custa R$ 43,00.

Alegam que não deixariam a família em casa para viajar pela câmara se não for “pra comer bem”.


Fazem questão de se deslocar centenas de quilômetros para entregar ofícios a assessores de deputados, gastando o nosso dinheiro e desprezando ferramentas como e-mail e telefone e usam o WhatsApp para espalhar conversas desnecessárias em grupos de intrigas.

PERGUNTE A UM VEREADOR POR QUE A HOPEDAGEM É QUASE SEMPRE PRÓXIMO DA RUA 25 DE MARÇO

Podemos adiantar que os critérios adotados para os gastos são muito diferentes entre os vereadores.

Por exemplo: em uma ocasião, dois vereadores foram até Rio Preto visitar a Escola Cívico Militar. Numa outra ocasião, outra dupla também esteve em Rio Preto acompanhando a visita do então presidente da República. A diferença é que a primeira dupla só gastou o dinheiro do combustível e a segunda dupla almoçou na Churrascaria Rodízio Boi Bom, e gastou um total R$661,14 na viagem. Além disso, a Câmara teve que DEVOLVER a eles R$161,14 que foram gastos A MAIS DO QUE O VALOR QUE A CÂMARA TINHA LIBERADO.

EXPLICO: A CÂMARA TINHA ADIANTADO R$500 (porque achou que era suficiente para uma viagem até Rio Preto), MAS ELES NÃO RESPEITARAM ESSE LIMITE E PEDIRAM PRA CÂMARA COMPLETAR O RESTO que tinham gasto a mais.

Alegam que o câmbio do carro esquentou, mas não há NENHUMA despesa com oficina na prestação de contas. Somente combustível e ALIMENTAÇÃO.


Por enquanto, apenas por enquanto, não vamos publicar todos os nomes. Estamos finalizando um relatório detalhado que será publicado logo que estiver pronto. Mas nada impede que você, leitor, use a imaginação.

Porém, por uma questão de justiça é importante ressalvar que, por enquanto, Andréa Moreto, Deley Vieira, João Zanetoni, Hilton Marques, Ricardo Gouveia e Riva Rodrigues NÃO FIGURAM como protagonistas de gatos excessivos nem de casos suspeitos. As investigações podem descartar outros nomes ou ratificar as suspeitas.



Cobre do seu vereador que respeite o dinheiro público. Lembre a ele que a mesma viagem pode ser feita sem que almocem em restaurantes caros nem que saboreiem guloseimas, como sorvete e café gourmet. A maioria dos cidadãos de Jales sequer pisou numa churrascaria rodízio. Não é justo que eles comam picanha, lombo, contra e queijos nobres com o suado dinheiro do nosso IPTU.

Comentários


bottom of page