top of page

Presidente do Sindicato dos Motoristas de Jales participa deconferência sobre transportes na África


Compartilhar experiências, definindo junto prioridades para criar um futuro melhor para os trabalhadores em transportes rodoviário, ferroviário e urbano. Este foi o objetivo das Conferências de Transportes realizadas em Joanesburgo, na África do Sul, com a participação do Brasil, através do presidente do Sindicato dos Motoristas de Jales e secretário geral da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado de São Paulo, José Roberto Duarte da Silveira.


José Roberto esteve acompanhado por Carlos Litti, Elaine Freitas, Wilson Santos, Epitácio Santos, Paulo Eustasia, Mike Eustasia, Adalberto Carvalho, Antônio Wagner e Janaina Fernandes, todos do Brasil. Ele avaliou o encontro como um evento importante para discutir a situação do transporte no mundo e suas reivindicações, reunindo experiências para serem aplicadas nas dezenas de países que participaram da Conferência.

Os problemas, como explicou José Roberto, são muitos e precisam ser discutidos em conjunto com os sindicatos patronais e laborais, para que as soluções possam ter mais visibilidade, aumentando as condições de se tornarem realidade nesses países e no Brasil, pois muitas vezes as dificuldades são as mesmas, desafiando o setor de transportes, para

melhorar a situação de trabalho dos profissionais, através das suas entidades representativas.

Os participantes do encontro deixaram claro que são a favor do desenvolvimento tecnológico, mas um dos problemas apontados durante o evento foi que as empresas de aplicativos, trabalhando de forma totalmente irregular, precarizam o sistema de transporte.

Outra questão importante, evidente em todo o mundo, é a dificuldade da inclusão da mulher na profissão. Em todos os setores, urbanos ou rodoviários, a mulher sofre com a falta de higiene nas paradas que nem sempre têm um local adequado para elas, que muitas vezes precisam utilizar os mesmos banheiros que os homens.


A importância de eventos mundiais como este, segundo José Roberto, fica

evidente quando se sabe que a situação dos profissionais do volante está

cada vez mais complicada, principalmente com as alterações nas

legislações sobre o assunto em vários países, exigindo um esforço cada vez

maior para ser melhorada para aqueles que transportam o progresso de cada

nação.

Comentarios


bottom of page