top of page

Indústria é o setor que mais gerou empregos em setembro em Jales


Foram criadas 33 novas vagas no setor industrial; somando os demais setores, como comércio, serviços e construção civil, saldo é de 58 novos empregos formais

Ascom ACIJ

O setor industrial foi o que mais contratou funcionários com carteira assinada no mês de setembro em Jales. É o que mostra os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo Federal, divulgado nesta semana pelo Ministério do Trabalho.

De acordo com o levantamento, Jales registrou, no geral, 365 admissões e 307 desligamentos, um saldo positivo de 58 novos empregos formais criados. Desses 58, 33 foram em indústrias da cidade. Ao todo, o setor industrial contratou 109 pessoas, mas também dispensou 76, por isso o saldo foi de 33.

Balanço da geração de empregos de janeiro até setembro de 2021

Outras áreas também aparecem com saldo positivo. No setor de serviços, foram 94 contratações e 80 desligamentos, resultando em 14 vagas criadas. Já no comércio, foram 156 admissões e 147 demissões, com saldo positivo de nove vagas.

A construção civil ficou responsável por três novos postos de trabalho, já que seis pessoas foram contratadas e outras três demitidas. Agropecuária foi o único setor que não contratou, mas uma pessoa foi dispensada.

Acumulado do ano

Com os números de setembro, Jales encerrou o terceiro trimestre do ano com bom desempenho. Entre janeiro e setembro, 337 postos de trabalho foram abertos na cidade, resultado das 2.757 contratações e 2.420 demissões em carteira.

No mesmo período do ano passado, Jales demitiu mais do que contratou. Nos nove primeiros meses de 2020, o município admitiu 2.221 pessoas, mas 2.231 foram dispensadas, restando um saldo de 10 vagas fechadas.


コメント


bottom of page