top of page

Governo Federal antecipa medidas de auxílio a produtores rurais. CMN aprovou proposta de adiamento e parcelamento dos contratos de investimentos

O Conselho Monetário Nacional (CNN) aprovou no fim da tarde desta quinta-feira, 28 de março, a proposta do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para repactuação de dívidas dos produtores rurais mais o impactados pelas adversidades climáticas na atual safra. 

Conforme a proposta, poderão adiar ou parcelar os débitos vincendos em 2024 relativos a contratos de investimentos os produtores de soja e milho e da pecuária leiteira e de corte dos Estados das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte. 



As propostas foram de debatidas com a equipe interministerial do governo o do presidente Lula que vem monitorando o desempenho da safra de grãos. 

"Está é a primeira vez na história que um governo se antecipa e a anuncia as medidas antes mesmo do término da safra", ressaltou o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro. De acordo com ele, isso acontece por determinação do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que tem experiência acumulada. 

O ministro ressaltou que além da repactuação aprovada pelo CMN, outras medidas para estruturação do setor agropecuário serão anunciadas na próxima semana.Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

コメント


bottom of page