top of page

Governo de SP inicia redução média de 9% em pedágios nas regiões de Araraquara, Rio Preto, Barretos

Novos valores entram em vigor na segunda (1) em malha de 442 km do Lote Noroeste; uso frequente do trecho também passa a oferecer desconto



O Governo de São Paulo implementa, na próxima segunda-feira (1), redução média de 9% nos pedágios de sete praças do Lote Noroeste de rodovias nas regiões de São José do Rio Preto, Araraquara, Ribeirão Preto e Barretos. As tarifas mais baratas serão aplicadas na malha de 442 km que será transferida para a concessionária EcoNoroeste, vencedora de licitação que também prevê cobrança reduzida para motoristas que usam o trecho com frequência. De acordo com a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), a EcoNoroeste vai assumir a operação da malha que estava sob responsabilidade da empresa Triângulo do Sol. O percentual de queda vai variar de acordo com o ponto de cobrança dos pedágios.

Veículos equipados com sistemas automáticos de pagamento terão desconto adicional de 5%. Outro novidade é o chamado Desconto de Usuário Frequente, que concede abatimento de até 95% para os motoristas que mais trafegam pelas mesmas praças de pedágio a cada mês. O benefício estará disponível para quem utiliza pagamento automático. Haverá também, a partir do início de maio, a cobrança de pedágio para motos, prevista nos contratos de concessão desde 2009. “O desconto médio de 9% nas tarifas é um dos grandes benefícios para o usuário nesta concessão. Esse abatimento pode chegar a até 95% para quem passa muitas vezes pela mesma praça de pedágio. Além disso, também haverá investimentos na modernização da malha viária para garantir mais segurança e agilidade ao tráfego”, enfatiza Milton Persoli. O Lote Noroeste, que será administrado pela EcoNoroeste, abrange 600 km de rodovias – a malha total também inclui segmentos ainda sob concessão da Tebe e que ainda serão transferidos para a nova concessionária. O contrato prevê investimentos de R$ 13,9 bilhões, entre obras e operações, ao longo de 30 anos. A estimativa é que a concessão gere até 26 mil empregos entre 2023 e 2027. Novas tecnologias O Lote Noroeste também terá novas tecnologias nos pedágios, como pagamento com cartão de crédito e débito por aproximação que já existe em 99 praças das rodovias concedidas do Estado. Outra novidade, que será implementada de forma gradual, a partir do segundo ano de contrato, é o Sistema Automático Livre, com cobrança 100% automática por meio de pórticos com sistemas eletrônicos de controle de fluxo e identificação de veículos. Outro recurso para melhorar a fluidez e a segurança é a pesagem de caminhões na própria faixa de rolamento, também por meio de sensores automatizados. As rodovias também vão ter com câmeras com análise inteligente para detecção de veículos parados ou presença de pedestres na pista, permitindo ações mais rápidas de atendimento e socorro.

Comments


bottom of page