top of page

Fausto Pinato se reunirá na próxima quarta com embaixadores da Índia e Rússia


Esse encontro será o primeiro que o presidente das frentes parlamentares Brasil-China e dos BRICS terá com todos os embaixadores dos países ligados ao bloco; Pinato também pediu agenda na embaixada dos EUA para tentar negociar sanções aplicadas à Rússia que prejudicam a produção de alimentos


DA ASSESSORIA

O deputado Fausto Pinato (PP-SP) se reunirá na quarta-feira, 9 de março, com os embaixadores da Índia, Suresh Reddy, e da Rússia, Alexey Labetskiy, com o objetivo de fazer com que o bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) inicie uma intermediação de um processo de paz no conflito entre Rússia e Ucrânia para pôr fim à guerra iniciada no dia 24 de fevereiro.


Esses encontros serão os primeiros, que o presidente das frentes parlamentares Brasil-China e dos BRICS no Congresso Nacional terá com os todos os embaixadores dos países ligados ao bloco. Pinato também pediu encontros com os embaixadores da África do Sul e da China - que ainda não tem data definida para acontecer.


Além de reuniões com todos os embaixadores dos países-membros dos BRICS, o parlamentar paulista encaminhou ofícios às embaixadas de Bangladesh, dos Emirados Árabes Unidos e Uruguai - países que foram aceitos a integrarem o bloco para firmarem parcerias e investimentos via o Banco de Desenvolvimento dos BRICS. O encontro com Alexey Labetskiy acontecerá às 11 horas na sede da embaixada da Rússia em Brasília. Já a reunião com Suresh Reddy, da Índia, está prevista para oorrer às 13 horas num almoço que será servido na embaixada da Índia.


O deputado pediu ainda agenda na embaixada da Ucrânia e dos EUA para negociar as sanções econômicas que foram aplicadas à Rússia - com vistas à obtenção do cessar-fogo - que envolve o setor de fertilizantes e que tende a prejudicar a produção de alimentos em todo o planeta, inclusive, do Brasil - um dos maiores exportadores de grãos e proteína animal e vegetal do mundo.


“Infelizmente, nós, que já enfrentamos sérios problemas econômicos em virtude da pandemia de covid-19 nos últimos dois anos, iremos dispor de complicações em todo o globo se esta guerra continuar. Não é o nosso papel defender qualquer um dos lados. Mas é nosso dever, como presidente das frentes parlamentares Brasil-China e dos BRICS no Congresso Nacional, lutarmos pelo cessar-fogo o mais rápido possível a fim de restabelecer a Paz”, comentou Fausto Pinato ao pedir os encontros com os embaixadores.


“Este conflito, já está acarretando sérios problemas na importação do trigo em diversos países do mundo. Nós aqui do Brasil somos dependentes desta commoditie de países como Argentina e Canadá. A Rússia e a Ucrânia juntas são responsáveis por quase 35% da produção de todo o trigo produzido no planeta. É preciso uma solução rápida que atenda os interesses tanto da Rússia, quanto da Ucrânia para evitarmos que o mundo venha sofrer com a falta de trigo e assim prejudicar ainda mais nossas populações”, complementou o deputado que preside a Frente Parlamentar dos BRICS.

Comments


bottom of page