top of page

Enquete mostra população amplamente favorável a Guarda Civil

Em números proporcionais, 93% dos participantes disseram que

são a favor e apenas 7% se declaram contra.


Será lido na Sessão Ordinária da Câmara Municipal desta segunda-feira, 24

de abril, o projeto que cria a Guarda Civil Municipal de Jales. A proposta

só deve ser votada na sessão seguinte e precisa de maioria simples (seis

vereadores) para ser aprovada. Porém, o presidente Ricardo Gouveia

pretende ouvir a população e as forças de segurança antes de submeter o

tema à votação. Ao jornal A Tribuna, ele disse que quer marcar a audiência

Pública logo depois que o projeto seja lido, ou seja, ainda nesta semana.

“Se possível, na quarta-feira”.

A criação da GCM de Jales vem ganhando força a cada dia, mas

principalmente depois da onda de boatos e ameaças de invasão a escolas,

que assolou o país. Muitos pais não querem enviar os filhos às escolas sem

que o poder público garanta a segurança dos prédios e dos estudantes. Esse

é um dos papéis da GCM, que poderia estar atuando no reforço da

segurança feita pela Polícia Militar.

Uma enquete informal realizada durante dois dias na página do site Jales

Notícias no Facebook mostrou amplo apoio dos participantes á criação da

Guarda. A consulta resultou em 407 votos favoráveis e apenas 32

contrários. Em números proporcionais, 93% dos participantes disseram que

são a favor e apenas 7% se declaram contra.



A enquete não tem valor científico porque não se baseia em estatística, mas

serve como uma pequena amostra sobre a vontade popular.

As manifestações foram variadas. Alguns disseram que “já passou da

hora”; que “deveria pôr um em todas as creches e de todas as portas de

escola também”; e houve ate quem questionasse o custo de implantação:

“coloca tudo que envolve uma guarda municipal na cidade para as pessoas

ter noção do custo disso”.

Comments


bottom of page