Autoridades de Jales se reúnem e anunciam fiscalização mais rígida no Ano Novo


Medida veio depois de grande concentração de pessoas em avenidas da cidade no Natal; PM deve autuar quem promover aglomeração


Eduardo Monteiro - Ascom da ACIJ


Durante uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira, 30 de dezembro, na sede da Associação Comercial e Industrial de Jales, autoridades em saúde e de segurança pública anunciaram que a cidade de Jales terá uma fiscalização rígida pra evitar grandes aglomerações neste fim de semana prolongado de réveillon.


A medida foi tomada depois de centenas de pessoas se reunirem na madrugada de Natal no cruzamento das Avenidas João Amadeu e Alfonso Rossafa Molina, próximo ao Posto dos Bombeiros. A aglomeração resultou em uma confusão com agressões entre as pessoas. A briga foi filmada e viralizou nas redes sociais. Nas imagens, ninguém aparece usando máscaras ou tomando qualquer cuidado pra evitar a contaminação pelo coronavírus.


O futuro secretário de Saúde, o presidente da ACIJ,e o prefeito eleito, durante a reunião

Preocupados com as consequências de situações desse tipo e levando em conta o aumento expressivo no número de casos e mortes causadas pela Covid-19, a reunião foi organizada para definir as estratégias de prevenção para os próximos dias.


Entre as autoridades presentes estavam o Tenente Camilo, da Polícia Militar, e o prefeito eleito, Luis Henrique Moreira, além do futuro chefe de gabinete do prefeito, José Ângelo Vieira, da atual secretária de Saúde do município, Maria Aparecida Moreira Martins e o próximo responsável pela pasta, Dr. Alexis Kitayama, a enfermeira e vereadora eleita, Carol Amador, integrantes da Vigilância Sanitária, o médico infectologista da Santa Casa de Jales, Dr. Maurício Kenko, e o presidente da ACIJ, Leandro Rocca.


Jales Notícias
Foto extraída das redes sociais digitais mostra aglomeração de pessoas na noite de Natal no cruzamento das avenidas João Amadeu e Alfonso Rossafa Molina

Entre as medidas anunciadas estão o aumento de patrulhamento pelas ruas da cidade e autuação de quem descumprir as regras de prevenção ao coronavírus, bem como promover eventos com muitas pessoas e sem os cuidados sanitários necessários.


Por outro lado, as integrantes da Vigilância Sanitária do município relataram a dificuldade em realizar a fiscalização pela forma como são tratadas. Esse foi outro ponto discutido pra tentar melhorar o trabalho.



De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado terça-feira, 29, pela Prefeitura de Jales, desde o início da Pandemia a cidade já registrou 2.889 casos da Covid-19. Desses, 2.644 já estão curados e 75 pessoas morreram por complicações da doença.