Andrea Moreto questiona Prefeitura sobre abertura de cursos técnicos no município

A vereadora Andrea Moreto (Pode), em requerimento, questionou se a Prefeitura tem desenvolvido gestões junto ao Senai, Senac e Sesc para discutir a possibilidade de ofertar cursos dessas entidades em Jales.

Moreto justificou que o desemprego é alto entre os munícipes mais jovens, a qualificação técnica e profissional é um meio de aumentar as oportunidades de encontrar empregos e com melhores remunerações. O Senai, Senac e Sesc são centros de formação que ofertam cursos para os quais há demanda profissional na região.

A vereadora explicou o requerimento: “Os cursos profissionalizantes capacitam os mais jovens para o mercado de trabalho. Se a gente espera grandes empresas no nosso município, a gente tem que capacitar os moradores do município. Não temos profissionais capacitados, precisamos capacitar nossos jovens, dar uma oportunidade de aprendizado”.

A vereadora Carol Amador (MDB) destacou a necessidade de o Fundo Social de Solidariedade promover outros cursos profissionalizantes: “Existem algumas escolas técnicas com as quais a gente poderia ter parceria. Há o Fundo Social que sempre teve cursos preparatórios, tenho certeza de que se abrirem novos cursos, vão aparecer professores voluntários. O Fundo Social vai ficar até quando promovendo carreta da beleza, dando mais visão ao que está acontecendo, do que preparando os jovens? Vamos fazer parcerias com manicures, barbeiros, cabeleireiros, profissões que podem ajudar outros”.

A parlamentar indagou se a Prefeitura tem desenvolvido ações com o objetivo de diversificar a oferta de cursos em Jales.

O requerimento foi enviado à Prefeitura, que tem até 15 dias úteis para encaminhar a resposta. Todos os requerimentos e respostas ficam disponíveis ao público no site da Câmara Municipal (www.jales.sp.leg.br).