Hospital de Amor Jales promove a 1ª Corrida pela Vida, em apoio ao Novembro Azul


O Hospital de Amor Jales vai promover no dia 30 de novembro, sábado, a 1ª Corrida pela Vida, em apoio ao Novembro Azul. O evento tem como objetivo chamar a atenção dos homens para a prevenção do câncer de próstata, além de integração social e promoção de bem-estar. O percurso será de 5km para corrida e 2,5 km para quem quiser caminhar durante a prova. O ponto de encontro para a atividade será em frente à unidade do Hospital de Amor, em Jales. O horário previsto para início do evento é às 15h, com distribuição dos kits, e após as 17h, largada para as provas. Para participar, será necessário fazer a inscrição, no valor de R$20,00, estando incluso o kit corrida com uma camiseta personalizada do evento.

Os pontos de inscrição são: Academia New Corpus, AVCC, Hospital de Amor Jales, Max Muscle e Radical Capacetes. A enfermeira da Educação Permanente da unidade, Priscila Miranda de Paula, afirma que haverá premiação em troféus. “Além do principal objetivo que é a prevenção, o Hospital também quer premiar os 3 primeiros vencedores da prova geral, categoria masculino e feminino, e os 3 primeiros da prova por categoria de idade, também separados por categoria feminina e masculina”, explicou Priscila.

Em caso de dúvidas, o participante pode consultar o regulamento no site: http://tnvteam.com.br/.

O evento está contando com a parceria da Associação Voluntária de Combate ao Câncer (AVCC) de Jales, da Unimed, do Personal Trainer Fernando Neto e da organizadora de corridas, TNV Team. Histórias que inspiram Anael Antônio Siqueira tem 61 anos com energia de um rapaz de 20. Ele reside em Ouroeste (SP) e é um exemplo de que o esporte pode transformar vidas. Em tratamento de câncer de próstata, ele conta que a corrida trouxe muitos benefícios para a sua vida, uma delas, encarar a doença com mais qualidade de vida. “Sei que se tivesse começado a praticar exercícios físicos e ter hábitos saudáveis mais jovem, talvez eu não teria desenvolvido essa doença, entretanto, hoje, a atividade física contribui para o meu tratamento, uma vez que sinto mais disposto e mais resistente aos efeitos colaterais dos procedimentos”, contou. Além dos benefícios em relação ao tratamento, a corrida também o ajudou a superar o alcoolismo que enfrentava há muitos anos. “Há 4 anos, meu atual treinador me disse que eu tinha muito jeito para a corrida e então ele me convidou para fazer parte da sua equipe. Graças ao esporte, eu deixei de ser alcoólatra e aumentei minha força de vontade”, contou o paciente.