Tiquinho questiona sobre inspeção no Viaduto “Antônio Amaro”


Durante a Sessão Ordinária realizada no dia 18, o presidente da Câmara de Jales, vereador Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho (PSD), apresentou um requerimento, questionando se a prefeitura respondeu ao Inquérito Civil aberto pelo Ministério Público estadual sobre as inspeções eventualmente realizadas no Viaduto “Antônio Amaro” nos últimos cinco anos.

O inquérito do MPSP pretende apurar se o Município tem inspecionado e se adotou medidas para preservar as condições do viaduto. Tiquinho justificou no requerimento que o prazo de 30 dias para o envio de reposta ao MPSP já foi encerrado.

O vereador Tiquinho - Jales Notícias

O vereador Adalberto Francisco de Oliveira Filho, o Chico do Cartório (MDB) comentou sobre o pedido: “Eu fiz um requerimento desse tipo, logo que entrei nesta Casa, porque já havia irregularidades naquele pontilhão. Já foi interditada a passagem de caminhões. A parte de baixo está toda deteriorada. Fizeram um mapeamento por cima, pintaram, mas a parte estrutural dá medo. Acho que o poder público tem que tomar uma iniciativa urgente. Já passou da hora de tomar uma providência mais drástica a respeito daquele viaduto”.

Para o vereador João Zanetoni (PSB), o risco de acidentes é o que mais preocupa: “A coisa é séria. Temos dentro da nossa cidade um perigo muito grande, que envolve vida das pessoas. Vamos esquecer até o transtorno do trânsito, vamos pensar nas vidas”, falou.

Caminhão subindo o viaduto Antônio Amaro - Jales Notícias

Tiquinho indagou, caso o inquérito não tenha sido respondido, quando será feito.

O requerimento foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Poder Executivo, que tem até 15 dias úteis para enviar resposta ao Legislativo. Todos os requerimentos e suas respostas ficam disponíveis ao público no site da Câmara Municipal (www.jales.sp.leg.br).