Polícia Militar de Jales encontra duas motos furtadas dentro de casa no bairro Jardim Eldorado


No início da noite de quarta-feira (13/03), após denúncia anônima informando que um indivíduo estaria de posse de uma Honda Biz furtada, os policiais militares iniciaram as diligências e localizaram a residência do suspeito. O homem suspeito, juntamente com uma mulher, foi abordado na frente de sua residência. Na garagem da casa havia uma Honda Biz de cor branca e uma motocicleta de cor preta.

Ao pesquisarem a Honda Biz pelo número do chassi, os policiais constataram que a placa que nela estava, bem como a sua cor, não eram condizentes. Foi verificado que o referido veículo, que originalmente era vermelho, havia sido furtado no dia 28 de fevereiro de 2019. No interior da residência os policiais ainda encontraram um quadro de motocicleta com o tanque de combustível pintado de preto, além de várias outras peças. Posteriormente, baseando-se em características e detalhes mencionados por seu proprietário, haja vista que a sua numeração do chassi havia sido suprimida, verificou-se que provavelmente a motocicleta, que originalmente era cinza, também era produto de furto ocorrido na metade do mês de fevereiro de 2019 a poucas quadras dali.

Também foi constatado que, possivelmente, o homem abordado teria utilizado peças do motor da moto prata furtada em sua motocicleta, a qual estava na garagem junto com a Honda Biz. O homem alegou que havia comprado as duas motocicletas de um outro indivíduo, mas que não tinha conhecimento que ambas eram furtadas. Disse que as comprou como sendo motos de leilão, entretanto, não apresentou suas notas fiscais, e, curiosamente, tudo indica que foi ele quem pintou de preto a moto cinza que já estava parcialmente desmontada, haja vista que a tinta no tanque estava "fresca" e o frasco de tinta utilizado foi encontrado em sua residência. O homem e a mulher, juntamente com as motos, peças e demais objetos encontrados, foram encaminhados à Central de Polícia. O casal foi ouvido e liberado, e o caso será investigado pela Polícia Civil.