Santa Fé do Sul, Pereira Barreto e Rubinéia escapam de cancelamento de convênio que afetou Jales e F


O Secretário de Turismo está comunicando vários Municípios de Interesse Turístico (MIT) e as Estâncias Turísticas que o referido Decreto que estabelece diretrizes para a reavaliação e cancelamento das transferências de recursos dos convênios celebrados no exercício de 2018 no âmbito do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos – DADETUR e deverão ser RESCINDIDOS.

O secretário de Turismo à esquerda e o prefeito Ademir Machio - Jales Notícias

A medida não atinge as Estâncias Turísticas de Santa Fé do Sul, Ilha Solteira e Pereira Barreto e o MIT Rubinéia, mas Jales e Fernandópolis tiveram suas transferências cancelados.

Santa Fé do Sul assinou convenio para construção de uma avenida, no Caminho das Águas, orçada em aproximadamente R$3,5 milhões e mantido pelo governador João Dória.

Por enquanto Fernandópolis deixará de receber R$594.781,55 que seriam destinados para a Revitalização da Praça Joaquim Antônio Pereira, e Jales teve suspensa a reforma e adequação do Teatro Municipal orçadas em R$594.781,59.

VISITA

O prefeito da Estância Turística de Santa Fé do Sul, Ademir Maschio, juntamente com Diretoria da Associação das Prefeituras das Cidades Estância de São Paulo (Aprecesp) participaram no dia 9 de janeiro, de uma audiência na Secretaria Estadual de Turismo, com a presença do novo secretário Vinicius Lummertz.

Na oportunidade, o secretário se apresentou à Diretoria e afirmou renovar e repaginar o Turismo Paulista, além de estimular para que a economia deste setor seja mais livre no Estado.

Segundo o prefeito Ademir, o secretário também apresentou algumas de suas novas propostas para o Turismo no Estado. “Foi uma reunião muito produtiva e já pudemos perceber a linha de atuação do secretário que será de mais agilidade no atendimento às prefeituras estâncias”, concluiu Ademir.