Hospital do Amor pede doações de feijão, macarrão parafuso, café, chá matte e achocolatado


Com um déficit mensal de mais de R$ 20 milhões e dependendo dos mais diversos tipos de doações para manter suas portas abertas, oferecendo um tratamento de excelência a seus pacientes, o Hospital de Amor (HA) precisa todos os dias inovar para conseguir recursos que possibilitam dar continuidade nesse trabalho.

“Contamos com ajuda das pessoas, que acreditam em nosso trabalho e contribuem com a causa.”, afirmou a gerente administrativa Camila Venturini. Semanalmente, são utilizados mais de 1 tonelada de alimentos. “Servimos 7 refeições por dia, sendo elas café da manhã, sopa, almoço, café da tarde, sopa, janta e ceia para os pacientes e seus acompanhantes.”, completou Camila.

Segundo a responsável pelo departamento de nutrição, a nutricionista Amanda Cordeiro, “a nossa necessidade é constante, mas no momento, estamos precisando de feijão, macarrão parafuso, café, chá matte e achocolatado.”, interou Amanda.

Solidariedade é a marca do Hospital de Amor - Jales Notícias

Além de alimentos, o Hospital conta com outras formas para que a sociedade possa ajudá-lo. “Para doação financeira, existe o Telemarketing, que liga nas residências e oferece as opções de contribuição por boleto, mensageiro, depósito ou transferência bancária, além dos Cofrinhos e os eventos promovidos pelo Hospital.”, esclareceu a assistente de captação de recursos, Dara Freitas.

O HA também recebe doações de roupas, utensílios, calçados, brinquedos, lacres e itens diversos em bom estado, para serem vendidos no bazar da AVCC (Associação de Voluntários de Combate ao Câncer) de Jales.

Para mais informações sobre doações, ligue no (17) 3624-3910 ou pelo site www.hcancerbarretos.com.br.