De olho em novo licenciamento, loteador vai recapear Big Plaza


Deve começar ainda nesta semana o recapeamento das ruas do Jardim Big Plaza, um dos bairros mais novos e mais esburacados da cidade. As obras foram decididas depois que o proprietário, Laércio Prates Birigui, foi notificado pela prefeitura que pedia providências sobre a situação do pavimento.

Rua do Jardim Big Plaza, um dos mais esburacados da cidade - Jales Notícias

As ações administrativas contra o loteador foram iniciadas ainda na administração de Pedro Callado, quando Manoel Andreo de Aro ainda era secretário de Obras. A pedido da secretaria, o loteador chegou a fazer obras de galeria, sarjetão e drenagem. O bairro é um dos mais problemáticos e carentes da cidade. Chegou a ser tema de inúmeras Indicações (pedidos) e Requerimentos (questionamentos) de vários vereadores em várias ocasiões.

A confirmação do início da obra foi transmitida, na última segunda-feira, 20, ao secretário de Planejamento e Trânsito, Nilton Suetugo, pelo engenheiro contratado pelo loteador. Dois dias antes, o vereador Deley Vieira publicou fotos do que seriam recibos de depósito feitos por Laércio Prates em contas de distribuidoras de asfalto.

rua Simão de Souza Nobre, no Big Plaza - Jales Notícias

São três depósitos de R$ 174, 150,00 e R$58, 050,00 em contas do Banco Bradesco em nome de Distribuidora Brasileira de Asfalto, e R$ 17.400,00 em uma conta do Banco do Brasil em nome de Greca Distribuidora de Asfalto SA. O vereador, que tem base eleitoral naquela região da cidade, intermediou reuniões entre o secretário e o loteador.

Nilton Suetugo explicou que os problemas no asfalto do bairro são decorrentes do uso inadequado da técnica de pavimentação. Para economizar, o loteador teria aplicado o asfalto CBUQ usinado a frio, que é mais barato, porém, muito menos durável. “Esse tipo de asfalto precisa ter um grande volume de veículos pesados para ser devidamente compactado. Isso não acontece em bairros residenciais e a tendência que é vá desagregando (esfarelando) com as chuvas. O ideal é que tivesse sido feito a quente, são que é mais caro”.

rua simão de Souza Nobre no Big Plaza - Jales Notícias

OBJETIVO OCULTO

A decisão de recapear o Big Plaza, contudo, parece não ter sido motivada apenas pelas insistentes intervenções da câmara ou da prefeitura, muito menos pelas reivindicações dos moradores, mas sim por uma motivação mais econômica. De acordo com o secretário, Laércio Prates é proprietário também de uma extensa área de terra localizada além do Big Plaza, onde pretende instalar um novo loteamento. O empreendimento está em análise na prefeitura e poderia ser indeferido, caso o Big Plaza não apresentasse condições adequadas e dentro do que a lei obriga. “Como ele vai entrar com novo pedido de parcelamento de solo, se o empreendimento anterior dele estava inadequado? Então ele se propôs a fazer as adequações, até porque viu que [a autorização] estava ficando meio amarrado”.