Polícia prende ladrão com a ficha mais extensa de Jales


Relatório policial ao qual o Jornal A Tribuna teve acesso mostra que, somente na primeira quinzena de maio, a polícia de Jales fechou quatro pontos de tráfico, prendeu três traficantes (dois homens e uma mulher), apreendeu quase dois quilos de drogas e duas armas (uma réplica e uma real). Um ponto funcionava no Jardim Arapuã, outro no São Judas e um terceiro no Distrito Industrial 2. Ainda houve a prisão em flagrante de um traficante que tentava entregar quase um quilo de drogas na rodoviária.

Material apreendido com traficante - Jales Notícias

O caso mais recente foi registrado na última terça-feira, quando a Polícia Civil prendeu J.A.O. de 20 anos, no São Judas Tadeu. O jovem traficante já tinha registro por roubo quando era adolescente.

De acordo com o delegado operacional Sebastião Biazi, com o rapaz foram apreendidos 712 gramas de maconha, uma balança de precisão, dois rádio-comunicadores, uma faca usada para “esfarelar” a droga, além de uma arma semelhantes a uma pistola calibre ponto 40, de uso restrito. “A arma é de pressão e apropriada para disparar bolas de metal, mas era usada para intimidar as pessoas porque é muito parecida como uma arma de fogo real. Facilmente pode ser usada em roubos”.

Ainda de acordo com Biazi, o ponto de tráfico foi fechado graças à uma denúncia anônima que reforçou o trabalho de investigação.

LADRÃO DA FACA

Um trabalho conjunto das polícias Civil e Militar tirou das ruas um ladrão que estava engrossando as estatísticas de crimes contra o patrimônio. Em menos de uma semana, M.E.A. 35 anos, tinha cometido cometeu cinco furtos e quatro roubos, mas foi preso na manhã de quarta-feira, 17, pouco tempo depois de seu último crime.

facas usadas nos roubos - Jales Notícias

Naquela manhã, por volta de 9h30, o homem entrou numa padaria localizada na avenida Salustiano Pupim, no Jardim Bom Jesus, ameaçou as funcionárias com uma faca, pegou R$ 240,00 do caixa e fugiu.

De posse das características do assaltante, policiais militares iniciaram patrulhamento com o objetivo de localizá-lo, encontrando-o em uma avenida nas proximidades.

Durante a revista pessoal, os PMs encontraram com o homem uma faca de características diferentes da que foi usada no crime, entretanto, questionado, o criminoso informou onde se encontrava a arma do crime e confessou a prática do roubo.

Ainda durante a abordagem e conferência dos antecedentes, decobriu-se que havia um Mandado de Prisão contra o ladrão, que foi recolhido e entregue à Polícia Civil. Ele foi levado à instituição prisional onde irá cumprir o restante da pena. O crime cometido por M.E.A. também não foi informado.

De acordo com o delegado Biazi, a investigação já estava no seu encalço com a suspeita de que ele tinha cometido quatro roubos e cinco furtos nos dias anteriores. Três roubos forma cometidos em dois dias.

“Era uma situação bem característica e diferente pra nós. Um indivíduo com uma faca grande com o cabo branco roubando as pessoas. Tivemos a certeza de que era um único autor. Um dos casos aconteceu na quinta à noite, no Jardim do Bosque.Outro roubo no Jardim Municipal, na sexta-feira e uma hora depois, no comboio. Estávamos no encalço desse indivíduos quando ele cometeu o roubo à padaria no Jardim Bom Jesus” .

O motivo dos crimes era o uso de drogas. “Ele praticava furtos qualificados desde os 16 anos, ou seja, há 19 anos. A ficha dele é mais extensa que de qualquer outro criminoso de Jales. A droga leva a isso: São dois Cs. Ou Cemitério ou Cadeia. Ou ele vai preso ou acaba morto”.