Morre policial ferido em tentativa de roubo ao shopping de Fernandópolis. sepultamento terá honras m


O policial militar Cláudio Roberto Florindo da Silva, 39 anos, morreu na manhã desta terça-feira, 15, em Fernandópolis, após uma parada cardiorrespiratória. Ele havia sido baleado na última sexta-feira, 11, em confronto com ladrões que explodiram um caixa eletrônico na cidade. Outros dois policiais ficaram feridos.

Cládio Florindo

Cabo Cláudio completava 17 anos na Polícia Militar. Ele deixa a mulher e duas filhas, uma de 8 anos e outra de 6 meses. “Eu sou suspeito para falar. Além da questão de serviço, o Cláudio é meu amigo de infância, a gente jogava futebol junto. Ele morava e tinha feito carreira aqui em Fernandópolis”, diz o major Wilson Cardoso Junior, de Jales. “O pessoal está abalado. Está dando apoio à família, com psicólogos da Polícia Militar. Tudo que podemos fazer, estamos fazendo”, afirma.

O policial militar havia sido baleado no ombro esquerdo. Ele já estava em casa quando sofreu a parada cardiorrespiratória. Foi socorrido pelo Samu e chegou à Santa Casa com vida, mas não resistiu.

Para o cabo Márcio Francisco da Silva, que também atuou na perseguição aos ladrões que explodiram o caixa eletrônico, Cláudio era mais que um colega de trabalho. “Era meu amigo antes da polícia, de vinte e tantos anos, meu vizinho, além de colega. Era aquele cara amigo, parceiro, procurava unir a turma, e sempre estava ao lado de todo mundo nas horas difíceis. Tinha amizade com a população inteira, era bem aceito. É uma grande perda”, declarou.

16º BPMI DIVULGA NOTA

NOTA DE FALECIMENTO

15 de novembro de 2016: Com grande pesar, a Polícia Militar do Estado de São Paulo informa que o Cabo PM CLAUDIO ROBERTO FLORINDO DA SILVA, da 1ª Companhia do 16º Batalhão de Polícia Militar do Interior (Fernandópolis/SP), faleceu hoje(15), após uma parada cardiorrespiratória. Em atendimento de ocorrência, o Cabo CLAUDIO, fora ferido por disparos de arma de fogo nas costas, permaneceu internado e no último domingo(13), recebeu alta médica. Hoje (15), o Cabo CLAUDIO, em decorrência dos ferimentos, sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua residência. O policial foi socorrido à Santa Casa de Fernandópolis, mas não resistiu e faleceu. O Cabo CLAUDIO, com 40 anos, servia à sociedade na Polícia Militar desde 1999, ou seja, há 17 anos; era casado e tinha 02 filhas, uma menina de 08 anos e outra menina de 04 meses. Neste momento de profunda dor, a família Policial-Militar se une aos familiares e amigos do Cabo PM CLÁUDIO e roga a Deus que possa confortar a todos. A sociedade paulista se despede de mais um herói que morreu em sua defesa.