Diplomação dos eleitos será no dia 16 de dezembro na câmara de Jales


A Justiça Eleitoral marcou para o dia 16 de dezembro, às 14 horas, na Câmara Municipal de Jales, a diplomação dos eleitos nos dez municípios da 152ª Zona Eleitoral que abrange a Comarca Eleitoral de Jales. São nove prefeitos eleitos em Jales, Aspásia, Dirce Reis, Mesópolis, Paranapuã, Pontalinda, Santa Albertina, Santa Salete, Urânia e uma prefeita em Vitória Brasil.

No total são 136 políticos. Um prefeito e um vice para cada um dos dez municípios e 91 vereadores divididos em dez para Jales e nove para cada um dos outros. O restante são suplentes.

Até a manhã desta terça-feira, o Cartório Eleitoral ainda tinha dúvidas sobre a situação em Pontalinda, onde o registro da candidatura das duas chapas concorrentes estava sendo discutido na justiça.

Elvis Carlos e Guedes Marques, prefeito e vice eleitos em Pontalinda

O órgão ainda não tinha sido comunicado oficialmente da decisão do Tribunal superior Eleitoral (TSE) que deu provimento a um Recurso Especial dos advogados do prefeito Elvis Carlos de Souza(PTB), e deferiu o registro da candidatura da chapa Elvis-Guedão.

Segundo o Cartório Eleitoral, o número de suplentes varia em cada município porque depende do número de coligações que conseguiram os votos necessários. A chefe do Cartório Eleitoral, Maria Carolina dos Santos, informou só não serão diplomados os candidatos sujo registro tiver sido indeferido. São os casos em que o candidato foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por exemplo. Ao contrário, casos em que os candidatos respondem a processo por compra de votos serão diplomados e devem tomar posse, ainda que tenham sido condenados em primeira instância.“Todos os demais processos que apuram irregularidades precisam de decisão com trânsito em julgado”.