Saiba quais são os produtos que o jalesense deixou de comprar por causa da crise


As recentes transformações ocorridas nos cenários político e econômico contribuíram para a instalação de uma das maiores crises econômicas já ocorridas no país. Como consequência, antigos problemas como inflação e desemprego voltam a preocupar a população.

Nesse contexto, a Fatec Jales “Prof. José Camargo”, por intermédio da Fatec Júnior (inicialmente com os alunos do curso superior de Tecnologia em Gestão Empresarial), desenvolveu um projeto de pesquisa para identificar o perfil do consumidor, suas preferências de consumo e expectativas futuras diante do atual cenário do mercado, sob a coordenação dos professores Rogério Ribeiro, Marinalva Boldrin e Vitor Boldrin.

Roupas e calçados sofreram maior redução

Conforme pode ser observado nos gráficos, para 76% dos entrevistados a crise econômica influenciou significativamente em suas decisões de compra. Já em relação à influência da crise sobre o consumo de produtos específicos, destaca-se o setor de vestuário, que apresentou uma redução de 24% das intenções de compra, seguido pelo de móveis e eletrodomésticos, com 20%.

Outro ponto relevante diz respeito à prioridade em utilizar o 13º salário: 27% dos entrevistados pretendem utilizá-lo para quitar dívidas e 18% pretendem realizar algum investimento em vez de adquirir produtos.

No que se refere às tendências econômicas e políticas para o próximo ano, os pesquisados mostraram-se confiantes, pois 47% afirmaram que devem melhorar ou melhorar muito, em contrapartida, 33% disseram que devem piorar ou piorar muito. O restante não tem opinião formada.

Esses são apenas alguns dos dados coletados e, de acordo com o projeto, a pesquisa será desenvolvida mensalmente, com o objetivo de, no decorrer dos próximos meses, realizar análises comparativas entre os períodos estudados, no intuito de identificar potencialidades, fragilidades, ameaças e oportunidades no comércio local.