Homem teria recebido dinheiro para incriminar candidato em Santa Fé


O Ministério Público Eleitoral de Santa Fé do Sul apura uma denúncia de troca de votos por cestas básicas naquela cidade. O caso envolve os três candidatos a prefeito, Ademir Maschio, Elena Rosa e Faíco.

Tudo começou quando o coordenador da campanha de Faíco, João Batista Zocaratto Júnior, denunciou ao MP que um homem estaria distribuindo os alimentos em nome do candidato Ademir Maschio. A denúncia foi entregue com vídeos que comprovariam o crime eleitoral. Além de um depoimento que garantia que as cestas estavam armazenadas nas sedes dos comitês de campanha de Faíco.

Reprodução - cestas básicas sendo entregues a eleitores em Santa Fé

Devido à gravidade das denúncias e a proximidade do pleito, o promotor Fabrício Machado Silva abriu um Procedimento Eleitoral e pediu que a Justiça Eleitoral ordenasse buscas nos locais indicados. Porém, nada foi encontrado de ilícito e a denúncia não pôde ser comprovada.

Em seguida, o MP voltou a interrogar a pessoa que aparece nos vídeos que acompanham a denúncia. Ele é sobrinho de um vereador e foi abordada pela polícia no terminal rodoviário quando pretendia deixar a cidade.

Diante do promotor, ele deu outra versão dos fatos. Confessou ter recebido dinheiro de pessoas ligadas à Coligação "Santa Fé do Coração", da candidata Elena Rosa, para incriminar Ademir Maschio.

Segundo nota emitida pelo promotor, “a confirmação de tais informações ainda dependem da coleta de outras provas” e assim que o desfecho do caso for alcançado, a população será informada das medidas tomadas.

Veja a nota divulgada pelo promotor eleitoral Fabrício Machado Silva: