Casal de travestis mata idosa de 65 com golpes de ferro em Votuporanga


Uma mulher de 65 anos foi morta a golpes de barra de ferro em Votuporanga. Um casal homossexual foi preso acusado do crime foi preso nesta quinta-feira (8/9), no bairro Palmeiras. Segundo a investigação da DIG, um dos acusados vivia na casa da vítima e teria resolvido praticar o crime com a ajuda do companheiro após sofrer assédio sexual. O assassinato teria ocorrido ontem e o corpo foi deixado escondido na casa. Os presos – de 21 e 22 anos – procuraram espontaneamente a DIG para confessarem o crime. Eles contaram terem golpeado a mulher na cabeça e também sufocado a vítima já ferida com um travesseiro. Após o crime, a dupla tentou dissimular a cena do local. Reviraram a casa para simularem assalto e cortaram o cabelo da mulher para vender em loja de fabricação de peruca. Um dos acusados teria fugido para outra cidade, mas voltou para contar o caso à polícia. Eles foram presos e aguardam decisão da Justiça. O corpo foi encontrado pela polícia sobre a cama, na casa da vítima.