Fracassa tentativa de acordo alinhavada pelo Fórum da Cidadania


Terminou sem sucesso a reunião organizada pelo Fórum da Cidadania na noite da última quarta-feira, 27, para mais uma tentativa de acordo político entre os principais candidatos a prefeito de Jales. A esperança de uma candidatura única ou que unisse as maiores forças políticas da cidade emperrou, mais uma vez, no nome do candidato a vice.

Estavam presentes as duas duplas de pré-candidatos formadas pelo prefeito Pedro Callado e o empresário Osvaldo Costa Júnior, o “Bixiga”, e pelo ex-vereador Flávio Prandi Franco e o cartorário José Devanir Rodrigues, o “Garça”. Além de assessores e integrantes do Fórum da Cidadania, como Carlos Alberto Expedito de Britto Neto (coordenador do Fórum), Alexandre Alves Rensi (Sincomércio), Carlos Altimari (ACIJ), Edson Roberto Silva (Loja Maçônica 3º Milênio) entre outros.

Para o coordenador do Fórum, há um consenso em torno do nome de Flávio Prandi Franco para a candidatura a prefeito, já que Pedro Callado estaria disposto a abdicar da candidatura, se seu grupo pudesse indicar o candidato a vice-prefeito. mas os partidos não conseguiram apresentar um candidato a vice que fosse aceito por todos.

“Já passou a fase de discussão sobre o nome do candidato a prefeito. O problema está na escolha do vice. O Garça poderia abrir mão, mas por um nome que tenha relevância política. Não se pode trocar oito por quatro.Precisa ser um candidato que atenda ao que a cidade precisa, senão, não vai chegar a união nenhuma”, disse Carlos Alberto Expedito de Britto Neto.

Jales Notícias - Flá, Callado e garça

GRUPOS NÃO DEIXAM

O pré-candidato a vice na chapa encabeçada por Flá, disse que também estaria disposto a abdicar da sua candidatura, mas o grupo de partidos que o apóiam não concorda. “Nesse momento fica difícil porque eu estou disposto a abrir mão, mas não depende só de mim. Ter que ver com o grupo de partidos que compõem a base. Se eles me liberarem eu abro mão, mas eu acho difícil. O grupo não concorda”.

Posição semelhante tem o PSDB. Um dos líderes do partido ressaltou que, ainda que Callado aceitasse abrir mão da candidatura para indicar o nome do vice, a medida teeria que passar pelo crivo do Diretório Municipal e pela Executiva Estadual do partido. “Não são os quatro que decidem. Se o Pedro Callado disser que não é candidato, é um direito dele, mas se isso acontecer, o PDSB local vai decidir quem será o nome do partido”, disse a secretária Márcia Maldarine.

Porém, não houve consenso e ficou combinado que todos os partidos indicariam nomes para que o grupo escolhesse o mais viável a ser o vice de Flá. “Não cabem quatro nomes em duas vagas e num eventual entendimento, o outro bloco teria que indicar o vice, que sairia de uma lista apresentada por todos os partidos. Eles ficaram de decidir até o fim de semana”.