Universitários da região iniciam Missão a reserva indígena de Dourados-MS


A Missão Universitária UNIVIDA 2016 segue hoje para a reserva indígena de Dourados no Mato Grosso do Sul. 205 alunos de sete instituições de ensino de várias regiões, dentre elas a FUNEC (Santa Fé do Sul), FEF (Fernandópolis), UNESP (Ilha Solteira e Araçatuba) e UNIFEV (Votuporanga) e UNICAMP, integram o grupo coordenado pelo pároco de Urânia, Eduardo Lima.

A missa de 2016 bate recordes de participação de voluntários e de produtores arrecadados: quatro ônibus partirão com estudantes e três caminhões levaram mantimentos como alimentos, roupas, calçados, medicamentos e especialmente “solidariedade”.

Um dos objetivos da Missão e mostrar aos jovens universitários a necessidade de ajudar o próximo, deixando seus confortos da casa dos pais, das faculdades e nesta ocasião conhecer a dura realidade que vivem os índios no Brasil que sofrem com a marginalização e falta de condições humanas de vida.

Jales Notícias -Missão Univida

Embarcam na missão, neste domingo na cidade de Urânia, alunos de odontologia, medicina, psicologia, direito, enfermagem e educação física. Os estudantes partiram as 22h00 com destino a Dourados/MS.

Em tom de agradecimento o coordenador da Missão agradeceu generosidade do povo de Deus, e disseque recebeu um volume enorme de doações de roupas e alimentos, para distribuirmos durante a Missão UNIVIDA 2016.

“São donativos vindos de toda a região da diocese de Jales – Urânia, Jales, Santa Fé do Sul, General Salgado, Fernandópolis e até de Araçatuba e Lins. Os universitários da UNESP de Araçatuba se movimentaram no sentido de sensibilizar a população, através de postos de arrecadação nos grandes supermercados da cidade e de pedágios nos faróis das avenidas mais movimentadas. Levantaram uma quantidade relevante de donativos. Teremos um recorde de doações”, relatou Eduardo. Para o padre Eduardo, “estas ofertas demonstram a misericórdia para com os irmãos indígenas e a credibilidade em nossas intenções missionárias. Agradeço a todos que, muito além do gesto concreto de desapego, abriram os corações a esta realidade. O Senhor se regozija ante os atos de generosidade!”

Para encerrar o coordenador deixou uma mensagem de Mahatma Gandhi, para agradecer aos participantes da Missão e aqueles que fizeram suas doações. “Consciente ou inconscientemente, cada um de nós presta um ou outro serviço. Se nós cultivamos o hábito de fazer este serviço deliberadamente, nosso desejo de servir crescerá gradualmente e faremos não apenas nossa própria felicidade, mas da sociedade em geral”.

“Generosidade verdadeira é fazer algo de bom para alguém que jamais saberá. Como é o perfil das muitas pessoas que contribuem para que a Missão UNIVIDA 2016 seja possível e que na maioria, nunca chegarão a conhecer os destinatários desta virtude: os indígenas da Reserva Indígena de Dourados. GENEROSIDADE daqueles muitos que doaram uma quantidade fabulosa de roupas, calçados, agasalhos e cobertores e alimentos suficientes para aplacar a fome de tantos indígenas por um tempo. GENEROSIDADE do trabalho voluntário da comunidade de Urânia, dos universitários, da equipe de organização, dos paroquianos e funcionários da paróquia São Benedito. Agradeço à Urânia, Santa Salete, Aspásia, Santa Fé do Sul, Jales, Fernandópolis, General Salgado, Araçatuba, Iturama, Lins, Três Lagoas, por este movimento de fraternidade e compaixão”.

CONFIRA ABAIXO UMA ENTREVISTA COM O PADRE EDUARDO LIMA

CLIQUE AQUI