Farol baixo durante o dia passa a ser obrigatório em todas as rodovias brasileiras


O presidente interino Michel Temer alterou artigos do Código de Trânsito Brasileiro tornando obrigatório o uso de farol baixo em rodovias durante o dia. A lei com as alterações foi publicada na última terça-feira, 23, no Diário Oficial da União.

Manter os faróis acesos em luz baixa durante o dia já era medida obrigatória a ônibus, ao circularem em faixas próprias, e às motos. O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) já havia publicado uma recomendação para o uso de luz baixa durante o dia, não tornava a medida obrigatória. Agora o Brasil se soma a países vizinhos na América do Sul, como Argentina e Uruguai e praticamente todos os países europeus.

O condutor que não mantiver o farol baixo ligado em rodovias cometerá infração média, poderá ser autuado e receber quatro pontos na habilitação, além de multa de R$ 85,13.

A regra passa a valer daqui a 45 dias. O texto original da norma, em seu art. 2º, previa vigência imediata das alterações. Este artigo, porém, foi objeto de veto presidencial, sob o argumento de que “A norma possui amplo alcance, pois afeta os motoristas que circulam em rodovias nacionais e os órgãos de trânsito da Federação, e resulta na previsão de nova infração de trânsito, de gravidade média. Sempre que a norma possua grande repercussão, deverá ter sua vigência iniciada em prazo que permita sua divulgação e conhecimento. Assim sendo, é essencial a ampla divulgação da norma.”