Mulher é a 20ª morte por H1N1 na região


Uma mulher de 61 anos morreu em decorrência do vírus H1N1 na região noroeste paulista. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (4) pela assessoria de imprensa da prefeitura de Pereira Barreto, onde a vítima morava.Segundo a prefeitura, a mulher morava no bairro Santa Mônica e morreu no dia 18 de março, no Hospital Regional de Ilha Solteira(SP). De acordo com a Santa Casa de Pereira Barreto, ela deu entrada no dia 15 de março e foi transferida para Ilha Solteira no dia seguinte.

Esta é a 20ª morte por causa do H1N1 no noroeste paulista apenas neste ano.

Em São José do Rio Preto (SP), a doença provocou a morte de três pessoas. Em Mirassol (SP), a doença também provocou outras três mortes e o mesmo aconteceu em General Salgado (SP). Já em Fernandópolis (SP) o vírus H1N1 provocou duas mortes e uma pessoa morreu nas seguintes cidades:Tabapuã , Santa Adélia, Mendonça, Icém , Jales , Vitória Brasil, Zacarias , e Luiziânia.

A prefeitura de Fernandópolis anunciou que há 20 casos confirmados da doença na cidade. Nehuma morte.Em Jales já são duas mortes. Um bebê de 8 meses e uma moradora de Votoria Brasil que morreu na Santa Casa de Jales.