MPF quer que Rumo pague multa por trens continuarem buzinando de madrugada em Jales


Barulho injustificado em área urbana desrespeita decisão da Justiça Federal

O Ministério Público Federal quer que as concessionárias Rumo S.A. e Rumo Malha Paulista S.A. sejam multadas, pois trens operados pelas empresas continuam acionando as buzinas durante a madrugada no perímetro urbano de Jales (SP). A recorrente produção do ruído pelas locomotivas desrespeita decisão liminar da Justiça Federal, que em outubro de 2020 proibiu o acionamento injustificado das buzinas entre 22h e 6h no trecho de ferrovia que corta a cidade de Jales. O MPF requer que as empresas paguem R$ 160 mil pelos casos de descumprimento já comprovados.



Leia o texto completo: http://www.mpf.mp.br/sp/sala-de-imprensa/noticias-sp/mpf-quer-que-concessionaria-rumo-pague-multa-por-trens-continuarem-buzinando-de-madrugada-em-jales-sp